29 de novembro de 2013

SEM TETO


Vivem ao relento
E tudo que possuem
Cabe dentro de uma caixa


Dormem
Escondem-se da chuva
Quem habita seus sonhos?

                                                                                       Marilene


12 comentários:

  1. Fotos da triste realidade!!! Tantas perguntas sem respostas,não? bjs. lindo fds! chica

    ResponderExcluir
  2. Talvez seus sonhos sejam habitados por uma cama com lençóis lipos e uma refeição quente. Quem saberá? Linda postagem, Marilene.
    Fotos reais...

    ResponderExcluir
  3. Que tristeza Mari. Eu fico muito sensibilizada quando vejo alguém assim de perto, quando passo na rua e fico olhando... Tb me vem a cabeça essa pergunta,as será que eles (ainda ) tem sonhos?
    Tomara!

    Postagem comovente e o pior: MUITO REAL.
    beijos queridona

    ResponderExcluir
  4. Tão triste, mas, infelizmente, um quadro comum de se ver.
    Sonhos com certeza eles possuem, mas acredito que pouca ou nenhuma esperança de concretizá-los. Alguns até optam por esta vida, embora seja difícil de acreditar nesta hipótese, mas vi alguns sem teto sendo entrevistados e dizerem que gostam de morar nas ruas.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  5. Olá Marilene,
    Essa cena é comum em todo lugar.
    Por aqui existe um número grande de moradores de rua ocupando áreas públicas da cidade.
    Certamente a vida dessas pessoas, é um livro de sonhos não realizados...
    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Que triste isso,infelizmente esta é a realidade das ruas...
    Acho que sonham com uma vida melhor,alguém pra amar e ser amado...
    Um abraço Marilene!

    ResponderExcluir
  7. Olhares Silenciosos. Mas fotos que falam!

    Mari, amei esse teu novo cantinho.

    Menina, meu carinho por ti! Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Que imagens tristes, Marilene. E pena que são tão reais. bjs

    ResponderExcluir
  9. Triste realidade.Penso que sonhos não tem mais ou se tem não tem esperança de realizar.
    Muito triste mesmo.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  10. Olá Marilene!
    Em Portugal faz frio. Também há, cada vez mais, sem abrigo. Quantas vezes ao deitar-me na cama quente e fofa me lembro deles! Eu sou tão friorenta que não resistiria uma semana! E há quem viva assim anos a fio.
    Um abraço.
    M. Emília

    ResponderExcluir
  11. São as criaturas da noite.
    Seres invisíveis pelo dia, que na noite mortos de cansados se jogam num canto e deixa a vida fluir.
    E as vezes ainda assim e ali, são maltratados.
    Um click ao social, muito bom amiga.
    Abraços.
    Bjo

    ResponderExcluir
  12. Olá, Marilene,
    Adorei conhecer o seu olhar silencioso! E precisa dizer algo?
    Muito, muito bom!!!
    Não conhecia esse seu blog!
    Beijos.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...