4 de outubro de 2014

A JANELA


Na rua movimentada
Uma janela encantada.
Não combina com a paisagem,
Com os prédios,
Com a pressa...
Parece que foi tirada
Do livro de historinhas
Infantis,
Ou que habita, em um paraíso,
A casa de dois amantes
Que ora, idosos
E felizes,
Observam, entre sorrisos,
Os passantes


                                                  Marilene
       



                                                        

16 comentários:

  1. Marilene,
    lindas fotografia e poema!
    Tenho para mim que as "janelas" são as personagens das mais fortes que temos em um cenário. Podem abrir e fechar os olhos; mas sem necessariamente abrir e fechar o que possuímos. Enfim, falei metaforicamente. Tua publicação me deixou refletindo muitas coisas...

    Grande beijo e parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Bella ventana.. Hay que rodearse de cosas bonitas.. Un saludo desde Madrid..

    ResponderExcluir
  3. Que lindo olhar...Bela poesia!Se todos olhares pudessem assim ser...bjs praianos,chica

    ResponderExcluir
  4. Oi mana,

    Difícil observar uma janela assim entre prédios e na agitação do dia a dia , mas, além de enxergá-la, você ainda a viu de uma maneira muito sensível e até romântica.
    Bela captura.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  5. Bom dia Marilene,
    Que linda foto!
    A janela pode até não combinar com a paisagem,
    mas possui uma beleza poética.
    Bjs e ótimo fim de semana \o/

    ResponderExcluir
  6. Bom dia, por trás da janela que não combina com a paisagem, certamente que existe uma bonita historia que combina com as mais lindas historias de amor.
    A foto está maravilhosa.
    AG
    http://momentosagomes-ag.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  7. Bom dia, Marilene.
    Uma janela sem dúvida muito convidativa! Adoro!!!

    ResponderExcluir
  8. Os seus olhos vêem o que ordena o coração. Se o coração está cheio de coisas bonitas, o olhar acompanha-o, dando origem a fotos e versos assim. Muitos não veriam ou, se casualmente relanceassem o olhar, nada mais veriam do que uma janela um pouco fora de moda...
    Beijinho, uma linda semana e uma boa eleição
    Ruthia d'O Berço do Mundo

    ResponderExcluir
  9. Deve ser de uma daquelas casa de pessoas tradicionais que conseguem resistir ao assédio das construtoras;
    Abraço.

    ResponderExcluir
  10. Janelinha romântica ,Marilene
    Que seu olhar sensível registrou para o nosso deleite.Gostei !
    abraços

    ResponderExcluir
  11. Era uma linda janela florida,
    Num cantinho de nossa cidade,
    Atrás da grade fica protegida,
    A bela menina de toda maldade.

    Um belo click Marilene.
    Meu abraço de paz.
    Beijo

    ResponderExcluir
  12. Lindo poema, linda imagem! Quem dera todas as ruas espalhassem tanta felicidade...
    Obrigada pela visita, e pelo carinho! Gostei demais do seu espaço!
    Boa semana! Beijos

    ResponderExcluir
  13. Lindo poema, Marilene. E essa bela imagem em nada combina mesmo com as cidades e toda a agitação que representa. Parece um sonho em meio à realidade. bjs

    ResponderExcluir
  14. Olá...

    Amo fotos de janelas.
    Tenho visitado os blogs e vendo cada foto linda.

    Abraço.
    AnaVi
    filhadejose.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. As janelas quase sempre traduzem o que vai no interior das casas. Essa tem um romantismo que como diz no poema é um contraste com a vida urbana, mas também com os seres que vivem nessa selva de concreto. Acabamos virando pedras se não nos distanciarmos, e essa imagem pitoresca resgata o que o nosso coração realmente quer viver e onde descansa. Os mais idosos, geralmente conservadores, buscam manter seus costumes e santuários que revelam paz e serenidade. Verdadeiros contrastes com a vida atual ,de correrias e falta de tempo . Amei. bjs. desculpa se me estendi.

    ResponderExcluir
  16. Tenho atração por este género de janelas! Fico sempre magicando no que estará no lado de lá...
    Adorei foto e texto!
    Teu olhar é especial...
    Bjo, querida Marilene. :)

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...