2 de julho de 2022

ESCURIDÃO



 
                                                  Escolhemos caminhos
                                         que de pronto nos mostram
                                         desconforto.
                                         Portas trancadas
                                         janelas sem vida
                                         cansadas da espera

                                         Passe ao largo, 
                                         ignore os chamados e
                                         não construa ilusões.
                                         Sempre são preciosos os passos
                                         e há espaços tão negros
                                         que deles parece fugir, apressado,
                                         o próprio sol

                                                                                     Marilene


15 comentários:

  1. Boa noite de sábado, querida amiga Lena!
    Lembrei-me de um mantra místico:
    "Indo e vindo,
    Trevas e luz,
    Tudo e graça,
    Deus nos conduz"...
    Seu poema é contundente, preciso, devemos mesmo passar longe de chamados imprevistos, não discernidos.
    Perfeito!
    Até o astro rei percebe que a escuridão não deve ter vez nem voz.
    Tenha um final de semana iluminado!
    Beijinhos de paz e LUZ

    ResponderExcluir
  2. Bem verdade,Marilene...
    Desses caminhos escuros, tenhamos distância.
    Vibremos com a Luz, com o Sol!
    Lindo!
    beijos, tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  3. Bom dia Marilene,
    Magnífico o seu poema, que me remete a uma passagem Bíblica de hoje.
    Sublime.
    Beijinhos e um ótimo fim de semana.
    Ailime

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito destas suas palavras!
    Fujamos dos espaços negros e sigamos o nosso caminho na Luz.

    Beijinhos e boa semana!

    ResponderExcluir
  5. Estes caminhos escuros aparecem pra todas nós, temos que ter discernimento pra fugir deles sempre! A má notícia é que as vezes eles vem disfarçados de coisas boas...

    Bom domingo! Beijos nas bochechas!

    ResponderExcluir
  6. Há sempre uma voz, que nos convida a ir por alí.
    Blindagem é preciso Lena.
    Abraços e levezas nos seus dias.
    Feliz semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estava com saudades de você, sempre gentil! Grande abraço.

      Excluir
  7. Boa reflexão, Marilene. E bonita também. Tenha uma ótima semana. bjssss

    ResponderExcluir
  8. Buenas palabras.
    Caminemos hacia la luz para salir de esa oscuridad.
    Buena semana.
    Un abrazo.

    ResponderExcluir
  9. Gostei da profundidade aliada ao lirismo dos teus versos, Marilene. Encantada.
    Beijo carinhoso.

    ResponderExcluir
  10. Verdade Mari , desconforto nunca mais !
    Sempre maravilhosa nos seus poemas, que linda!
    beijos e semana feliz ,amiga

    ResponderExcluir
  11. Marilene
    Uma foto em sintonia com a escuridão do poema.
    Gostei de ler.
    Beijo
    :)

    ResponderExcluir
  12. Desconfortos precisam ser evitados, já temos muitas escuridões mundanas. Bjsss

    ResponderExcluir
  13. Os "abandonos" por vezes têm algo de poético em termos fotográficos... mas vivemos tempos tão conturbados, que de facto, em termos emocionais, será melhor evitá-los mesmo, nesta fase... o mundo já os vai proporcionando regularmente, sem tal solicitarmos...
    Mais um belo momento poético, com um reflexivo conteúdo, e portador de uma excelente mensagem!
    Um beijinho! Votos de um feliz domingo e de uma óptima semana!
    Ana

    ResponderExcluir